• Aline Amaro da Silva

Bem-vindo 2021! Esperança que se renova.

Atualizado: 23 de mai. de 2021

Neste post faço uma reflexão sobre o ano de 2020 e lanço um olhar de esperança para o ano de 2021! Espero que te inspire a planejar e focar no que realmente importa. Boa leitura!






2020 foi um ano que todos esperavam que acabasse logo, na verdade, o desejo de todos é que 2020 leve junto consigo todos os males decorrentes da pandemia do coronavírus. Havíamos começado o ano bem, cheio de expectativas e projetos, mas em março todos os planos desabaram, a pandemia já tinha se alastrado por todo o mundo, deixando suas marcas de sangue e lágrimas por onde quer que passasse. Nossos programações, hábitos, rotina. Tudo mudou por causa de um vírus, um inimigo invisível que não sabemos quando irá nos atacar, que deixou traços de pânico e ansiedade nas pessoas isoladas em suas casas. Um vírus que nos aprisionou e condicionou toda nossa vida. Um inimigo em comum, que por um lado nos uniu, para combatermos juntos este mal, cada um fazendo a sua parte não deixando o vírus circular, mas por outro lado, nos dividiu mais ainda, pois muitos não acreditaram na sua existência, não aderiram as medidas preventivas e viveram na indiferença de tantas vidas interrompidas pela ignorância de alguns.


Sempre a dor é oportunidade para crescer. Não desejamos o sofrimento, mas devemos aproveitar cada obstáculo para superarmos a nós mesmos, cada desafio como impulso para expandirmos nossos horizontes e aprendermos algo novo. As virtudes nascidas em meio a tribulação devem permanecer, como tantas redes de solidariedade criadas para ajudar uns aos outros. Neste tempo de vacas magras, aprendemos a repartir o pouco que temos, a valorizar o que nos é essencial, nossa família, amigos, saúde, amor e fé. Tivemos que descobrir novas formas de encontro para cultivar o que é vital a nós e começamos a utilizar recursos disponíveis digitalmente, mas que antes não víamos tanta necessidade de usufruir, como as salas de reunião on-line e as transmissões ao vivo. Oferecemos aquilo que tínhamos para ajudar uns aos outros a passar por este tempo: nosso trabalho, atenção e cuidado, bens e conhecimento.


Minha experiência pessoal deste ano foi de muitos cancelamentos e adiamentos de planos, mas também abriram-se muitas portas para novos empreendimentos. Não pude realizar diversos eventos programados, porém me aventurei a realizar lives. Na minha comunidade paroquial a PASCOM recém criada se tornou um serviço essencial e emergencial para cultivar a vivência comunitária da fé. Tive que fazer minha prática de pesquisa para a tese através de encontros on-line, dificuldade que resultou em inovação do método. Acolhi os desafios e oportunidades que foram surgindo, como concluir meu primeiro livro na íntegra que em breve será publicado e impresso. Aceitei que há um tempo para cada coisa e precisamos ter paciência, foco e fé para suportar as demoras da vida. Reconhecer também nossas limitações e saber tirar o melhor de qualquer circunstância, mesmo nossas fraquezas podem se transformar em forças. Estes são alguns dos ensinamentos pessoais deste ano sem igual na história humana.


E assim sobrevivemos a 2020, sobrevivemos à pandemia, às crises econômicas, políticas e sociais, ao menos até agora. Devemos recordar que muitos não tiveram a mesma graça e pereceram neste ano doloroso. Nós que sobrevivemos precisamos honrar nossa oportunidade de viver, e devemos fazer melhor em 2021. Precisamos passar desse estado de sobrevivência para o de vivência, viver intensamente e abundantemente. A pandemia ainda não terminou, mas graças a Deus várias vacinas estão surgindo e temos esperança de que, em breve, esta pandemia será controlada. Mas não é a pandemia que define nossa sobrevivência ou vivência intensa, e sim nós mesmos, vivendo o ordinário extraordinariamente, nos alegrando com as pequenas e grandes conquistas, nossas e dos outros.


Neste ano de 2021 que se inicia, enchamos nosso coração de esperança de vida plena e busquemos fazer a nossa parte para que essa esperança se realize.


Gratidão e pesar por 2020, esperança e determinação para 2021!


Forte abraço,

Aline Amaro da Silva.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo